Sistema Press Club
domingo, 16 de junho de 2024
Consulte

WPK - Perfil de Fontes

WPK - Acesso Rápido

WPK - PROAGÊNCIA
Bofete surpreende jornalistas pela hospitalidade e belezas naturais
Press Kit - Prefeitura Municipal de Bofete
Página principal do Press Kit  Prefeitura Municipal de BofeteEnviar notícia por e-mail | Versão para impressão | Digite ao lado para pesquisar
Arquivo | Turismo

Tamanho do texto: A+ A-


Bofete surpreende jornalistas pela hospitalidade e belezas naturais

No último fim de semana, dias 21 e 22 de outubro, a Agência Amigo! acompanhou o press trip realizado a convite da Prefeitura de Bofete (SP) – cidade de 14 mil habitantes que se credencia para se tornar MIT – Município de Interesse Turístico. Recepcionados o tempo todo pelo prefeito Dirceo Antonio Leme de Melo, o Dr. Dirceo, que veio a São Paulo para viajar, em ônibus da Prefeitura, com os 12 jornalistas convidados. Simpático, informal, articulado e um apaixonado pela cidade onde nasceu e hoje governa, Dr. Dirceo compartilhou com todos sua vivência e expectativas em projetar Bofete no cenário turístico paulista e brasileiro.

Primeira parada - Km 171 da Rodovia Castelo Branco, no emblemático ‘Espaço Castelo’ (https://www.facebook.com/espacocastelo), um receptivo de muito bom gosto para a realização de festas, convenções e casamentos. O local, que faz parte da imensa Fazenda São Jorge, preserva o marco da primeira exploração de petróleo da América Latina, em 1892. O petróleo encontrado era de baixa qualidade, mas a perfuração fez jorrar água sulfurosa, de reconhecido poder medicinal. O dono da propriedade, Jorge Yunes, falecido recentemente, reuniu no ‘Espaço Castelo’ e cercanias, esculturas e outras expressões das artes plásticas, arrematadas em leilões país afora. Tudo emoldurado pelas montanhas, matas e nascentes de Bofete.

Chegamos à cidade. Depois da comida caseira e da troca de ônibus, iniciamos o tour em direção ao santuário das três Pedras. Dr. Dirceo e o carismático diretor de Turismo da Prefeitura, José Antônio Nicola, revezavam-se nos comentários sobre as peculiaridades do trajeto íngreme e sinuoso da estradinha do chão batido. “Esse é o picadão, aberto a facão, foice e machado, pelos pioneiros”, explica Nicola. No topo do último espigão, já se aproximando das Três Pedras, uma parada na ‘venda’ da Família Vivan, ali estabelecida desde 1947. O visual deslumbrante foi sucessivamente capturado pelas lentes dos visitantes, a despeito do tempo fechado.

A cerca de 1.500 metros do pé das Três Pedras, parte dos visitantes resolveu seguir a pé, enquanto o micro-ônibus nos conduziu ao destino. Em 40 minutos, estávamos todos reunidos no camping, recebidos pelos profissionais da Eco Cuesta de Botucatu, especializada em ecoturismo. Depois de preleção do prefeito Dr. Dirceo, sentados no gramado frontal ao monumental conjunto das Três Pedras, cada um de nós recebeu uma linda caneca com a foto da tríade impressa. Mais que um mimo, um gesto significativo, revestido de energia singular e inesquecível.

Caiu a noite. A 100 metros das barracas, já distribuídas entre os ‘hóspedes’, o fogo dos panelões e da churrasqueira aquecia a conversa animada e iluminava, discretamente, o ambiente a céu aberto. Banho tomado, Paulo Roberto Atzingen, diretor e publisher do ‘Diário do Turismo’, debulhou alguns acordes na sua gaita, enquanto a viola e a sanfona não chegavam. Rãs e sapos coaxavam, anunciando chuva. Solene, silente e misterioso, o trio das Três Pedras nos acolhia e conquistava nossa admiração e reverência.

Arroz carreteiro, feijão tropeiro, churrasco na lenha e uma suculenta salada caíram nas graças do nosso apetite. Sem cerimônia e sem pressa, em meio a boa prosa, o jantar seguiu-se de café servido no bule de ferro ágata e melancia fatiada. Ufa! Que requinte! Que encontro memorável com a mãe natureza. E que oportunidade de mostrar e compartilhar com leitores do mundo todo esse pedacinho único do planeta.

De volta ao camping. Uma fogueira em frente ao conjunto de barracas recebeu o lual improvisado, que durou até o último viajante se entregar aos braços de Morfeu... O acampamento dorme. Na madrugada, chuva e vento, que não venceram a proteção dos nossos iglus. Amanhecemos com o ar lavado e o verde sorrindo, realçando o viço da paisagem.

Mais de 12 horas intensas, impregnadas de revelação e aprendizado. Bagagens refeitas, iniciamos a volta com o olhar renovado – passamos pela nascente do Rio do Peixe, contemplamos o Gigante Adormecido na sua imponência ancestral e chegamos à Cantina da Figueira, para um farto e saboroso café da manhã. Simplicidade cativante. Gostinho de ‘quero voltar’.

Seguimos. Pit-stop para ver e fotografar uma manada de bufalinos, que compõe a riqueza pecuária de Bofete. Entre um causo e outro, Dr. Dirceo falou do grande linguista e professor decano da USP, Antônio Cândido de Mello e Souza, falecido recentemente, que realizou pesquisa no município de Bofete durante quatro meses que resultou no livro “Parceiros do Rio Bonito”. Fato relevante, que insere Bofete na literatura brasileira da melhor cepa.

Volta à cidade – Centro Cultural de Bofete. Depois de degustação de queijos finos feitos a mão, por Carolina Vilhena Bittencourt, da Bela Fazenda; e da audição de uma dupla de violeiros no Espaço Carreirinho, alojado no local, assistimos à apresentação comentada do Plano Diretor de Turismo de Bofete, pelo diretor José Antônio Nicola. Ali percebemos que o projeto bofetense voltado para o setor do turismo é consistente, oportuno e ambicioso. Não faltam clareza, obstinação e vontade política ao Dr. Dirceo e seus colaboradores.

Depois de almoço frugal no centro da cidade, caminho de volta a Sampa. Na saída, para fechar com distinção e louvor o press trip a Bofete, conhecemos o show room do projeto habitacional inovador na cidade. Com dois contêineres de reuso, edifica-se uma casa confortável de 60 m². Vantagens não faltam. Solução de bem com a ecologia, execução rápida e baixo custo. Ali nos deparamos com um case de ‘turismo de percepção urbanística’, protagonizado pela visão multidisciplinar e pragmática do Dr. Dirceo. Ah! O fecho da viagem foi na Rádio Bofete FM, quando todos os jornalistas se apresentaram nos microfones do estúdio, a convite do diretor da emissora e do JN Bofete, Joni Braga. Assim registramos publicamente, em primeira mão, nossa satisfação em conhecer Bofete. E se encantar com seus encantos.

Texto de Gabriel Emídio, Diretor de Conteúdo da Agência Amigo!

Confira galeria de imagens para download: http://www.pressclub.com.br/sistema/pk_imagens.asp?id=1597&galeriaid=2504&wpk=Prefeitura%20Municipal%20de%20Bofete


Compartilhar este conteúdo em Redes Sociais Facebook

Twitter

 

Mais informações para a imprensa:
Luiz Henrique Miranda e Gabriel Emídio
AMIgo!
Assessoria de imprensa Prefeitura Municipal de Bofete
Fone: 11 - 3873-5488
Cel: 11 - 9-9658-8766
E-mail: marily@pressclub.com.br
Site: http://www.agenciaamigo.com.br

 
 
Sistema Press Club® 1996-2007