Web Press Kits | Banco de WPKs | Sobre o Press Club  
 
 
 
Web Press Kit - ABAV/SP

Página principal do Press Kit  Enviar notícia por e-mail | Versão para impressão | Digite ao lado para pesquisar

Arquivo | Turismo

Consultoria de viagens é notícia

Marcos Balsam√£o*

A revista e o site da Veja S√£o Paulo reafirmam a import√Ęncia da imprensa ao publicar a mat√©ria ‚ÄúRefresco Contra a Crise‚ÄĚ e ao informar que ‚Äúpromo√ß√Ķes e estabiliza√ß√£o do d√≥lar incentivam viagens ao exterior‚ÄĚ. A reportagem derruba de vez o mito de que com o ‚Äúd√≥lar elevado, as viagens internacionais ficam mais caras‚ÄĚ.

O que muitos ainda desconhecem √© que a din√Ęmica do mercado de viagens obedece pol√≠ticas de precifica√ß√£o baseadas no yeld management, uma l√≥gica que adota um sistema estat√≠stico no qual v√°rias classes de tarifas s√£o criadas para um mesmo produto. No transporte a√©reo, a sofistica√ß√£o do sistema chega ao ponto de definir mais de 50 classes tarif√°rias para um mesmo tipo de assento em determinado voo. Este sistema vai muito al√©m da tarifa√ß√£o para os assentos de classes: primeira, executiva ou econ√īmica.

Registra-se ainda que: para cada classe de tarifa existem par√Ęmetros que regulam, em tempo real, o estoque e as condi√ß√Ķes comerciais correspondentes √† varia√ß√£o do pre√ßo das passagens vendidas aos clientes ou pax - abreviatura utilizada na avia√ß√£o para designar pessoas embarcadas. Cruzeiros mar√≠timos, locadoras, resorts, redes hoteleiras e boa parte dos hot√©is independentes j√° adotam a mesma l√≥gica, com uso de siglas, nomenclaturas e procedimentos de precifica√ß√£o vari√°vel. Os pre√ßos s√£o, portanto, flutuantes.

A quebra da dicotomia ‚Äúalta do d√≥lar √© igual a viagens mais caras para o exterior‚ÄĚ, como retratam os fatos reportados pelo jornalista Alexandre Nobeschi, d√£o conta de que existem, sim, excelentes op√ß√Ķes de viagens internacionais, mesmo em cen√°rios de crises.

Por√©m, por maior que seja a quantidade conhecida de op√ß√Ķes tarif√°rias estudadas para um mesmo produto, avaliar qual delas proporciona a cada viajante a melhor rela√ß√£o pre√ßo x qualidade ou custo x benef√≠cio requer o apoio de um profissional qualificado. As contribui√ß√Ķes do jornalismo e dos portais de busca na web (que indicam links e posts patrocinados ou n√£o e impulsionados nas redes sociais) e o conhecimento agregado por um agente de viagens ganha maior relev√Ęncia e tamb√©m est√° a alguns cliques de quem precisa ou deseja viajar.

Sob a √≥tica do consumidor, a internet disp√Ķe de volume crescente de dados, imagens, not√≠cias e recursos promocionais de est√≠mulo √† compra por impulso. No entanto, reembolsos com atraso, cobran√ßas de multas, falta de esclarecimentos sobre condi√ß√Ķes tarif√°rias e frustra√ß√Ķes prevalecem para quem experimenta comprar produtos e servi√ßos tur√≠sticos sem a devida assessoria, consultoria e intermedia√ß√£o de uma ag√™ncia de viagens e que, de prefer√™ncia, seja associada ao Sistema Abav.

√Č ao agenciamento de viagens profissional, seja deste ou daquele porte, que cada pessoa (f√≠sica ou jur√≠dica) deve confiar as necessidades, expectativas e disponibilidades, incluindo tempo e dinheiro. Quem investe em viagens a lazer, neg√≥cios ou interc√Ęmbio, tende a valorizar o conhecimento profissional.

* Marcos Balsamão é presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-SP).


Mais informações para a imprensa:
Luiz Henrique e Marily Miranda
AMIgo!
Fone: 11 - 3873-5488
Cel: 11 - 99658-8766
E-mail: marily.amigo@gmail.com.br
Site: http://www.agenciaamigo.com.br