Web Press Kits | Banco de WPKs | Sobre o Press Club  
 
 
 
Web Press Kit - ABAV/SP

Página principal do Press Kit  Enviar notícia por e-mail | Versão para impressão | Digite ao lado para pesquisar

Arquivo | Turismo

Fórum Executivo chega à 35ª edição e promove debate sobre gestão financeira nas agências de viagens

Liderado por consultor do Sebrae-SP, evento foi realizado hoje (11)

Foi realizada na manhã de hoje (11), na sala de reuniões da ABAV Nacional, no centro da capital paulista, a 35ª edição do Fórum Executivo da ABAV-SP. Com a participação do presidente William Périco, o evento foi liderado por Salvador Serrato, consultor de Finanças e Custos no Sebrae-SP.

Sob o tema “Técnicas e princípios na gestão financeira da sua empresa”, o palestrante definiu organização, controle e equilíbrio, sobretudo entre pagamentos e recebimentos, como as principais dicas para garantir uma administração eficiente. Além disso, citou a apuração das informações – tais como o cálculo do capital de giro, liquidez, preço da venda e custos e despesas –, análise dos dados, capacidade de antecipar decisões e a avaliação dos resultados como essenciais para a definição de estratégias.

De acordo com Serrato, os principais problemas identificados nas empresas são o desconhecimento dos resultados obtidos, a falta de controle, falhas na administração do fluxo de caixa, erros na apuração de custos e excesso de inadimplência, entre outros.

O consultor discorreu, ainda, sobre balanço patrimonial, que reflete a posição financeira e patrimonial da empresa em determinado período, e apontou liquidez imediata, geral e corrente, participação de capital de terceiros, endividamento total e rentabilidade do patrimônio líquido como alguns de seus indicadores.

Abordando fluxo de caixa, o palestrante numerou os indicadores dos maiores problemas financeiros de uma empresa – quedas nas vendas, equipamentos ociosos e aumento de gastos fixos e das despesas, por exemplo –, reiterando a importância da elaboração de um planejamento financeiro que apresente, em números, todas as ações que devem ser executadas. Para tanto, é preciso ter, em mãos, o investimento necessário, a receita da corporação e a lucratividade desejada.

De um modo geral, o modelo de gestão financeira pressupõe organização e disciplina, registro de todas as transações, arquivo dos documentos, controles auxiliares em dia e análises das informações. “A empresa pode até obter lucro sem usar controles, mas não estará maximizando os resultados em relação aos recursos aplicados”, argumentou Serrato.

Clique aqui para conferir a galeria de imagens.


Mais informações para a imprensa:
Luiz Henrique e Marily Miranda
AMIgo!
Fone: 11 - 3873-5488
Cel: 11 - 99658-8766
E-mail: marily.amigo@gmail.com.br
Site: http://www.agenciaamigo.com.br