Web Press Kits | Banco de WPKs | Sobre o Press Club  
 
 
 
Web Press Kit - ABAV/SP

Página principal do Press Kit  Enviar notícia por e-mail | Versão para impressão | Digite ao lado para pesquisar

Arquivo | Turismo

Líderes empresariais do setor de turismo têm audiência com Nelson Jobim

Lideranças empresariais do setor de agenciamento e operações turísticas , estiveram reunidas no dia 27/11/2007, em Brasília, com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. Com objetivo de assegurar o desenvolvimento sustentável da atividade turística no Brasil, foram debatidas algumas medidas práticas e emergenciais.

Com referência ao aeroporto de Congonhas, considerado estratégico para o incremento de vôos domésticos, duas possíveis mudanças serão avaliadas. A primeira delas busca evitar transtornos recorrentes causados a passageiros que embarcam em vôos noturnos e que são impedidos de decolar após as 23:00 horas, apesar do embarque ter sido efetivado no prazo.

Para também favorecer o fluxo turístico no mercado interno, ampliando a oferta de pacotes aéreos, os empresários defenderam a retomada dos vôos fretados nos finais de semana, em Congonhas. “Como as viagens de negócios predominam de segunda a sexta-feira, sábado e domingo deveriam favorecer as viagens de lazer”, argumentaram as lideranças ao ministro.

Com destaque para as oportunidades de incremento do turismo receptivo internacional, que apontam mercados da América do Sul e Europa como importantes pólos emissivos carentes de uma maior oferta de vôos fretados, a proposta de rever critérios vigentes no aeroporto de Guarulhos ficou de ser estudada.

Antes da audiência, realizada pontualmente no Ministério da Defesa, as lideranças foram ao encontro agendado com o presidente da Infraero, que não pode recebê-los para tratar de um assunto que tramita há quase uma década no órgão. Sempre de maneira afável e receptiva, o ministro Jobim foi objetivo ao afirmar que estudará o pleito. A questão é como remunerar a agência de viagens, que além de atender aos trâmites burocráticos exigidos pela Infraero na cobrança das tarifas de embarque, facilita a vida do passageiro; minimiza o tempo gasto no check-in; evita mais filas nos aeroportos; e ainda é penalizada com pagamento de impostos sobre os valores recolhidos.

Jobim ouviu e anotou com muita atenção todas as sugestões e o pleito apresentado. Em clima de cordialidade e simpatia afirmou: “Ninguém deve trabalhar de graça”. A opinião dos representantes das entidades que estiveram presentes ao encontro é unânime: Nelson Jobim mostrou interesse e está determinado a fazer o melhor para o País.


Mais informações para a imprensa:
Luiz Henrique e Marily Miranda
AMIgo!
Fone: 11 - 3873-5488
Cel: 11 - 99658-8766
E-mail: marily.amigo@gmail.com.br
Site: http://www.agenciaamigo.com.br