Web Press Kits | Banco de WPKs | Sobre o Press Club  
 
 
 
Web Press Kit - ABRACORP

Página principal do Press Kit  Enviar notícia por e-mail | Versão para impressão | Digite ao lado para pesquisar

Arquivo | Administração

Abracorp defende programa de testagem, vacinação e protocolos para a retomada

Gervasio Tanabe*

Australianos e neozelandeses preparam as malas para cruzar fronteiras, a partir do próximo dia 19 de abril. Motivos não faltam. Exemplos no combate à pandemia, habitantes dos dois países são referências à retomada do turismo internacional.

O uso de máscaras a bordo permanece obrigatório. Na hipótese de haver algum surto, todos os viajantes foram alertados sobre a eventual necessidade de precisarem reprogramar as viagens.

Planejamento e rigor na ado√ß√£o de medidas r√°pidas, tais como o fechamento das fronteiras, confinamento obrigat√≥rio e protocolos sanit√°rios s√£o diferenciais que, agora, permitem a recupera√ß√£o econ√īmica nos dois pa√≠ses.

Na China, onde a pandemia está controlada, o desafio é romper o temor de uma nova crise que inibe a retomada da demanda. A economia do suficiente prevalece entre os chineses, em detrimento do consumo que, antes da pandemia, motivava os jovens tomarem empréstimos e a gastarem quase como os norte-americanos.

Apesar de apresentarem cen√°rios distintos, Austr√°lia, Nova Zel√Ęndia e China s√£o refer√™ncias para o mercado mundial de viagens e turismo, em busca das melhores pr√°ticas globais, capazes de mitigar perdas e maximizar ganhos.

Enquanto a IATA destaca a import√Ęncia do programa Travel Pass e Amadeus IT Group investe na cria√ß√£o de um novo ecossistema integrado de viagens seguras, baseado na sistematiza√ß√£o de processo padronizados, reconstruir a ind√ļstria e impulsionar as viagens requer mais que solu√ß√£o tecnol√≥gica global sustent√°vel.

No Brasil, por conta das incertezas em rela√ß√£o ao desempenho da economia no curto prazo, expectativa √© que a retomada das viagens aconte√ßa a partir de 2¬ļ semestre. A velocidade e a propor√ß√£o desta retomada √© uma inc√≥gnita ainda. O impacto negativo ou positivo dos efeitos da pandemia n√£o permite, ainda, uma avalia√ß√£o assertiva de bookings futuros, tanto na avia√ß√£o quanto na hotelaria.

Nos segmentos dom√©stico e internacional, as constantes varia√ß√Ķes na abertura de atividades e fechamento de fronteiras provocam uma instabilidade muito grande. Mas as informa√ß√Ķes que v√™m de fora suscitam que a vacina√ß√£o em massa avan√ßando e fluxos de testagem mais frequentes, a possibilidade do retorno das viagens √© uma certeza.

Nesse aspecto, as empresas devem estar preparadas para o aquecimento da demanda. Poderemos ter uma verdadeira corrida pelas viagens. A medicina do trabalho assume papel protagonista nesse momento, com os protocolos de atendimento aos colaboradores, assegurando processos de testagem, controle de vacinação e acompanhamento ao ambiente, tanto no trabalho quanto em casa, desses colaboradores.

Esse foi o foco de debate que a ABRACORP EM A√á√ÉO trouxe no √ļltimo dia 16, numa live com Paloma Hirakawa, da ETikz, empresa especialidade na gest√£o e implanta√ß√£o da medicina do trabalho nas empresas e a Dra. Tatiana Trigo, m√©dica especialista em medicina do trabalho. Assista ao v√≠deo, acessando o canal do Youtube da Abracorp.


Mais informações para a imprensa:
Luiz Henrique e Marily Miranda
AMIgo!
Fone: 11 - 3873-5488
Cel: 11 - 99658-8766
E-mail: marily.amigo@gmail.com.br
Site: http://www.agenciaamigo.com.br