Web Press Kits | Banco de WPKs | Sobre o Press Club  
 
 
 
Web Press Kit - SKAL SP

Página principal do Press Kit  Enviar notícia por e-mail | Versão para impressão | Digite ao lado para pesquisar

Arquivo | Turismo

SP Cidade Linda é condição necessária, mas insuficiente

Campanha lançada em 11 de fevereiro mobilizou as lideranças de entidades turísticas

Aristides de La Plata Cury*


Qualquer que seja o motivo da viagem e o meio de transporte utilizado, no destino, o visitante conjuga quatro verbos: dormir, comer, comprar e visitar. Ao conjugá-los, se desloca pela cidade, experimenta serviços de transporte e contempla o estado de conservação de praças, ruas, calçadas, monumentos etc. Quanto mais bem cuidados estiverem os espaços públicos, tanto mais prazerosa será sua visita.

Neste particular, foi muito bem recebido, pelo trade turístico, o programa da prefeitura municipal de São Paulo ‘Cidade Linda’, a ensejar campanha conduzida pelo Skål Internacional São Paulo e Conselho de Gestão de Turismo da Cidade de São Paulo. Órgão foi criado recentemente e é presidido pelo empresário Marcos Arbaitman, que mobilizou lideranças do setor no Mutirão de Limpeza, em torno do prefeito João Doria, ocorrido sábado, dia 11 de fevereiro, na Praça da República, região emblemática do turismo paulistano.

Embora tenha sido um momento marcante, trata-se apenas do primeiro passo de uma longa e complexa jornada que os envolvidos se dispõem empreender. De fato, a continuidade se dará em dois sentidos, um dentro do programa e outro em seu desdobramento.

São Paulo é uma gigantesca metrópole, visitada anualmente por milhões de turistas, que se espalham por todos os seus mais de mil e quinhentos quilômetros quadrados. Haja ruas, calçadas e praças para manter lindas!

O desdobramento consiste em tratar a cidade como destino turístico, um conjunto de ações para competir em pé de igualdade com outras tantas, no Brasil e no exterior. Inevitável a lembrança de Nova York, mas Sidney, Tóquio e Londres também estão no páreo.

Desde a redemocratização, um número reduzido de prefeitos compreendeu essa dimensão turística extraordinária na geração de renda, empregos e tributos. Alguns perceberam que a zeladoria da cidade tem impacto no turismo. Um ou dois realizaram aquelas ações, bem poucas, durante as respectivas administrações.

Ampliam-se as esperanças das lideranças engajadas ter à frente da prefeitura paulistana alguém familiarizado com o setor, com passagens bem-sucedidas por organismos governamentais, de âmbito municipal (Paulistur), quando foi um dos fundadores do São Paulo Convention & Visitors Bureau, de onde, como empresário, nunca se afastou. E também federal (Embratur), cuja gestão foi marcante no desenvolvimento do marketing turístico, apenas para citar dois exemplos.

Enfim e ao cabo, ainda que seja um excelente ponto de partida, o programa municipal em questão é condição necessária, mas não será suficiente para cumprir o slogan da campanha SP CIDADE LINDÁ É MAIS TURISMO. Mãos à obra!

(*) Conferencista e consultor de turismo, é presidente do Skål Internacional São Paulo.


Mais informações para a imprensa:
Luiz Henrique Miranda e Marily Miranda
AMIgo!
Fone: 11 - 3873-5488
E-mail: marily@pressclub.com.br
Site: http://www.agenciaamigo.com.br